segunda-feira, 6 de março de 2017

Simbologia litúrgica para a Quaresma






Nos cinco domingos da Quaresma, somos convidados, a partir da sábia tradição da Igreja, a estarmos disponíveis à ação do Espírito Santo, acompanhar Jesus a partir do deserto até Betânia, passando pelo monte e sendo testemunhas de seus encontros com a samaritana, com o cego e com as irmãs de Lázaro.

Quaresma é, também, tempo para a escuta. No deserto, ouvir o tentador; na montanha, dar ouvidos ao filho amado; perto do poço, atentar para as palavras da mulher samaritana; em Jerusalém, escutar o cego; em Betânia, ouvir Marta e Maria.

Primeiro domingo:
DESERTO: Mateus 4.1-11

Segundo domingo:
MONTANHA: Mateus 17.1-9*

Terceiro domingo:
ÁGUA: João 4.5-42

Quarto domingo:
LUZ: João 9.1-41

Quinto domingo:
VIDA: João 11.1-45


Essas palavras podem mostrar o caminho de cada domingo. Por trás delas, há um vasto mundo de significados, de lugares teológicos e de simbologia para a vida.

Neste ano, queremos viver a Quaresma como uma ocasião propícia para dar oportunidade a crer, que significa, acima de tudo, viver o itinerário com Jesus, iniciando pelo caminho ao deserto e pelo encontro que tiveram aqueles personagens bíblicos como Pedro, João, Tiago, o cego, a mulher samaritana, Marta, Maria e Lázaro. Para elas e eles, há um antes e um depois do encontro com Jesus.

Que para nós não seja uma Quaresma a mais, que seja tempo de verdade, tempo para crer e transformarmo-nos em seres humanos melhores.



A.I Joel Elí Padrón Ibáñez
Ministerio de Culto y Liturgia
Iglesia Reformada Peniel

(Extraído do boletim litúrgico para o 1° domingo da Quaresma 2017)
- Partilhado por Red Crearte no Facebook -
- Traduzido para o português por Sandro Xavier -

(*) Para o Ano A, o Lecionário Reformado utiliza a leitura de João 3.1-17.

Imagem: Encontrada em pt.wikihow.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário