quarta-feira, 2 de agosto de 2017

LEITURAS DO LECIONÁRIO REFORMADO PARA O 9º DOMINGO APÓS PENTECOSTES

LEITURAS DO LECIONÁRIO REFORMADO PARA O 9º DOMINGO APÓS PENTECOSTES (18º DO TEMPO COMUM), 6 DE AGOSTO DE 2017, ANO A, COR LITÚRGICA: VERDE.

Antigo Testamento: Gênesis 32.22-31
Salmo 17.1-7, 15 ou Isaias 55.1-5 ou Salmo 145.8-9, 14-21
Epístola: Romanos 9.1-5
Evangelho: Mateus 14.13-21

"QUANDO JESUS [...] VIU AQUELA GRANDE MULTIDÃO, FICOU COM MUITA PENA DELES E CUROU OS DOENTES QUE ESTAVAM ALI." (*)


Nossa vida moderna é agitada demais. As relações com a comunidade, a família, o trabalho e a vida pessoal se tornaram, para a maior parte de nós, obrigações pesadas e cansativas. Na leitura do Evangelho de hoje, percebemos que não era diferente para Jesus e seus discípulos. Cansados da atividade extenuante, desejavam se retirar para ter tempo de descanso e para recuperar as forças.
Enquanto Jesus e os seus discípulos tinham ido de barco para um lugar afastado, as pessoas continuaram a caminhar ao redor do lago, e chegaram até o lugar onde eles tinham ido. Teria sido justificado que eles se sentissem chateados, e desejassem se recusar a servir aqueles que procuravam a ajuda de Cristo. No entanto, somos informados de que "Jesus teve compaixão da multidão, e curou os doentes."
Embora muitas vezes as demandas da vida diária são muito pesadas para nós, tanto que a única coisa que nós queremos é fugir para um lugar isolado, Jesus continua a nos mandar "deem vocês mesmos comida a eles". As boas obras não nos ganham qualquer favor especial de Deus, Ele nos dá tudo de pura graça em, e através, de Jesus Cristo. Mas a fé vai nos transformando cada vez mais à imagem de Cristo, e se manifesta no amor prático e compassivo. Nós não servimos por dever, nem mesmo por gratidão, mas por amor e em perfeita liberdade, do mesmo jeito que o Mestre.

"ego autem in medio vestrum sum sicut qui ministrat"

(*) Rev. Andrés Omar Ayala
@andres_rdr

Nenhum comentário:

Postar um comentário