sexta-feira, 9 de junho de 2017

LEITURAS DO LECIONÁRIO REFORMADO PARA O DOMINGO DA TRINDADE (1º DOMINGO APÓS PENTECOSTES), 11 DE JUNHO DE 2017ANO A, COR LITÚRGICA: BRANCA.


Trindade


Antigo Testamento: Gênesis 1.1 - 2.4a

Salmo 8

Epístola: 2Coríntios 13.11-13

Evangelho: Mateus 28.16-20


"E ENSINANDO-OS A OBSERVAR TUDO O QUE ORDENEI(*) A VOCÊS. EIS QUE EU ESTAREI COM VOCÊS TODOS OS DIAS, ATÉ O FIM DO MUNDO." (Mateus 28.20)

(*) Jesus Cristo, no momento de enfatizar a nós a importância da Trindade, nos lembra, mais uma vez, de sua ligação com o Pai de Amor e da necessidade que nós, as criaturas humanas, temos de focalizar nosso entendimento de Deus em Jesus Cristo. É a única maneira de compreendermos, dentro de nossas possibilidades, a grandeza do Criador. Após isso, e no momento de voltar à direita de Deus Pai, Jesus Cristo nos alerta da missão de levar a todos a importância de observar as suas ordenanças. Lembremos que Jesus faz uma reflexão da lei em toda a sua vida e nos orienta a sermos mais profundos do que simplesmente cumprir a letra fria da lei. Jesus sabe, e ensina, que é preciso uma compreensão completa do ser humano e da vida espiritual para que superemos o moralismo e a atitude hipócrita que somente visa agradar aqueles que se limitam a vigiar buscando erros. Jesus faz entender que isso é, inclusive, muito fácil e tanta gente que vive enganando nas suas atitudes é admirada na sociedade e na igreja. O nosso Mestre e Salvador ensina que muitas exigências dessas são exageros humanos e feitos somente para trazer mais carga pesada às pessoas, coisa que passa longe das prerrogativas necessárias para ser um participante do Reino do Todo-Amor. Jesus aponta para um comportamento que ofereça amor engendrado no conhecimento, mas que brota no coração. Jesus nos convida a cultivarmos um terreno fértil em nossos corações para que a semente do amor encontre bom lugar e germine, dando seus frutos. O Pai nos cria, nos dá os recursos, nos prepara tudo para uma vida em abundância. Jesus Cristo é a aproximação do Deus Eterno conosco. Ele é a possibilidade de compreendermos o Criador, mesmo em nossa limitação humana. O Espírito Santo é Deus sempre conosco, trazendo alento, defesa, manutenção da alegria, mesmo em meio ao sofrimento e às ameaças deste mundo. A Trintade Santa é a manifestação de Deus a nós. É, também, a certeza de que Jesus Cristo está sempre conosco.

Deus In Nobis!


Publicado toda quinta-feira (ou perto disso) por aqui e no Twitter @revsandroxavier.


Imagem: Trindade. Iluminura medieval com a representação clássica da Santíssima Trindade. Guiard des Moulins, Bible Historiale. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário