sexta-feira, 5 de maio de 2017

LEITURAS DO LECIONÁRIO REFORMADO PARA 4º DOMINGO DA PÁSCOA, 7 DE MAIO DE 2017ANO A, COR LITÚRGICA: BRANCA



Mosaico no Mausoléu de Galla Placídia, em Ravena



Antigo Testamento: Atos 2.42-47(*)

Salmo 23 ou 100 ou Ezequiel 34.7-15

Epístola: 1Pedro 2.19-25

Evangelho: João 10.1-10


"ELAS NUNCA VÃO SEGUIR UM ESTRANHO; AO CONTRÁRIO, VÃO FUGIR DELE, PORQUE ELAS NÃO CONHECEM A VOZ(*) DOS ESTRANHOS." (João 10.5)

(**) Jesus utiliza, mais uma vez, uma metáfora para explicar o Reino de Deus e seus valores. A famosa parábola é uma forma de, alegoricamente, fazer as pessoas entenderem o que é de difícil compreensão. Criação de ovelhas, pescaria, plantações e outras aproximações parecidas foram maneiras que Jesus encontrou para passar a pessoas simples a compreensão complexa do Reino do Todo-Amor e suas características, bem como o que fazer para chegarmos até lá. Nessa perícope, Jesus, mais uma vez, mostra que as ovelhas seguem seu pastor naturalmente. Uma voz diferente não será capaz de enganá-las. Vejamos que galinhas não seguirão pastor. Será impossível para os gafanhotos pularem atrás dele. Também os peixes não saltarão para fora do mar para seguir a voz desse líder. Sendo assim, somente quem é ovelha estará apto a realizar esse movimento. Por outro lado, o pastor tem uma forma e um conteúdo para se pronunciar. Sua voz é conhecida por aqueles que são preparados naturalmente para o seguir. Jesus também fala daqueles que vieram antes dele e se pronunciaram sem trazer aquilo que era necessário para as ovelhas. Pelo contrário, eles trouxeram somente roubo. Seguramente houve quem os seguiu. Lamentavelmente, esses se deram mal. A mensagem anterior, cheia de legalismo, de rancor, de proliferação de ódio, de uma liderança que se apropriava da inocência do povo, deveria ser cambiada pelo que o verdadeiro pastor de nossas almas pregou: o amor incondicional, a entrega sem reservas, o perdão completo e a ausência total de vingança e violência gratuita. Essa voz do Filho de Deus, aquele que vem mostrar a face do Deus de Amor a nós, somente pode ser ouvida e seguida por aqueles que, regenerados pela entrega da vida de Jesus, pelo derramamento do seu sangue, pela certeza da sua ressurreição, e pelos seus exemplos em palavras e e atitudes, compreendem sua mensagem. As ovelhas de Jesus reconhecem a sua voz e o seguem. A mensagem de ódio, de intolerância, de legalismo, de condenação e de desprezo deve ser totalmente e naturalmente rejeitada por aqueles que compreendem o que a mensagem de Jesus Cristo quer dizer: amar o próximo como a si mesmo, amar a Deus acima de todas as coisas e entender que a missão de Jesus Cristo é vida para nós. Somente por ele passaremos pela porta correta. Somente por ele seremos conduzidos pelas veredas da justiça. Somente por ele vencemos a morte e não seguiremos a voz daqueles que não entram no curral pela porta. Atenção, irmãos e irmãs, não sigam a voz dos estranhos à mensagem de amor. Fujam deles!

Regnus Agnus Mundi!


Publicado toda quinta-feira (ou perto disso) por aqui e no Twitter @revsandroxavier.


(*) Na Páscoa, as leituras veterotestamentárias são substituídas pelo livro dos Atos dos Apóstolos.

Imagem: Mosaico no Mausoléu de Galla Placídia, em Ravena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário